14 janvier, 2010

Eu poderia respeitá-los

Eu poderia respeitar a canalha comunista que quer rever a lei da anístia para se vingar dos torturadores.

Sim, porque eles foram torturados e eles viram seus amigos serem torturados. Eles têm razão em querer vingança. Eu também quereria me vingar, se fosse comigo.

Se eles se armassem para matar os torturadores, eu continuaria discordando deles. Mas nesse caso eles teriam meu respeito.

Agora, como querem, anular a anístia para processar torturadores, o que significa envolver toda sociedade em sua vingança, aí eu não posso respeitá-los. Que façam igual Lamarca e saiam por aí matando torturadores e suspeitos, se admiram tanto assim o bandido. Eu respeito quem diz que quer vingança e se prepara para se vingar. Eu não respeito quem não tem coragem de assumir querer vingança e acha que a sociedade que tentou destruir tem obrigação moral de vingá-lo. Que é o caso dos nossos ex (ex?) terroristas.

A canalha provocou a briga, depois perdeu a briga, e agora quer que o regime que odeia, a democracia capitalista, faça o trabalho sujo.

É bundifero.

9 janvier, 2010

Ils ont une chose en commun

Classé dans : Blogs,Enemies: a love story,Y asi pasan los dias... — jorgenobre @ 14:44

Numa coisa, direitistas e esquerdistas concordam: eles não gostam de quem é duro com a esquerda.

6 octobre, 2009

Os Ho-Ho-Límpicos*

As olimpíadas de Hitler foram um sucesso, em 1936. As olimpíadas da União Soviética também foram um sucesso, em 1980. As olimpíadas da China também foram um sucesso, em 2008. As olimpíadas da ditadura sul-coreana também foram um sucesso, em 1988. Como também as olimpíadas de 1968 e a copa do mundo de 1970, as duas da dictadura perfecta do PRI mexicano. E a copa do mundo da ditadura Argentina, em 1978, também foi um sucesso. E também a copa do mundo de Mussolini, em 1934.

Pois bem, eu não acho monsieur le president muito pior que todos esses filhos da puta acima citados. Pelo contrário, ele é melhor do que todos, apesar de ser uma besta megalomaníaca. Por isso, eu acho que as olimpíadas de 2016 podem ser tão boas ou melhores que as olimpíadas (e copas do mundo) acima citadas.

Agora, não venham também dizer que, por ter grandes chances das olimpíadas de 2016 serem um sucesso, o atual governo é lindo, divino e maravilhoso. Eu nunca direi isso. Eu teria que dizer que os infernos na terra que os idiotas chamam de “modelos” ou “experiências” e deram sorte de sediar uma olimpíada ou copa do mundo foram (ou são) maravilhosos também. E isso eu nunca direi.

________________________
 

Se alguma vez alguém nesta josta teve sorte na vida, não teve mais sorte que monsieur le president. Quando ele era um entusiasta imaturo, o Brasil estava péssimo e teria sido um desastre, inclusive para ele mesmo, ganhar, ele perdeu. Quando ele amadureceu um pouco e o Brasil já não estava tão ruim, ganhou. Como o mundo inteiro estava bem e como ele traiu quem esperava o fim do, digamos, “modelo”, monsieur le president até que está indo bem na parte econômica.  Ele está mal em todo o resto, mas como não tem oposição e as pessoas não estão nem aí para Honduras ou Bolívia, isso não o prejudica.

A l’heure actuelle, o Brasil ganhou de presente as olimpíadas e nem sabemos se será bom ou ruim, mas monsieur le president já está deitando e rolando. Claro que com um tucano, ou qualquer outro, o Brasil um dia seria sede de alguma olimpíada, e isso seria bom para qualquer governo. Mas monsieur le president deu sorte.

Se monsieur le president vivesse na França em 1800, teria sido um general do Bonaparte. E depois, quando Bonaparte se ferrou, ele teria aderido aos Bourbon, e morreria como um aristocrata, em sua cama, idolatrado pela família. Os Bourbon não aprenderam nada e nem perdoaram nada. Monsieur le president não precisa aprender nem perdoar, Il a de la chance!

________________________

*Taqui o link, Alfafa Zejo.

28 septembre, 2009

Classé dans : Enemies: a love story — jorgenobre @ 15:13

Se você acha um apolítico inferior a alguém politizado, você é de esquerda.

7 août, 2009

Ils Sont Bons Liens, Bien Sûr, Je Les Aime!

  • Lord Silva, não te aborreças comigo, eu atrasei mas linkei o que linkastes (e, agora, teus videos).
  • E agradeço tua menção. Para mim, foi um prazer.
  • Vale citar e linkar os links do Câmara também, aqui e aqui. E aqui.
  • E aqui, além de links (e roubei dois), tem banners.
  • Roubei também sete links do Silva: Contos Licenciosos (que não é mais atualizado, mas vale pelos arquivos – e pela esperança), Golden Age, Jim Treacher, A Causa Foi Modificada, Quixotando e Varieties of Unreligious Experience.
  • Do Avólio, peguei Antimoderno, Da C.I.A. (eu já tinha um blog do Angelo, é verdade, agora tenho dois), FYI Blog (discordo muito do Paulo Mode, mas gosto dele), J.P. Coutinho, Lado B da minha mente, IMAO, Mr. X, Spengler, The Duke of Hazard e Tia Cris.
  • E do Avólio vale a pena ler este, este e este posts. (É claro, também agradeço a menção).
  • Talvez o assunto político mais chato da segunda metade do século XX tenha sido o assassinato de JFK. Mas vá dizer isso ao Olavão e ao Lew Rockwell!
  • Rir para não chorar! É o que resta a fazer com esse blog. E diga-se: nada contra o blogueiro, seja ele quem for, que não tem culpa se o cinema brasileiro é o que é: o problema é com nossos diretores de cinema, que esqueceram do grande público. Ou, pensando bem, de qualquer público, além de seus amigos e puxadores de saco. De resto, acho muito justo copiar e distribuir filmes brasileiros, eu já paguei por eles mesmo… eu baixaria todos, se não fossem tão ruins. Esse é o primeiro filme do Renato Aragão? Lá, também, tem esse filme sobre perseguidos políticos, e o título é « O Ano em que meus pais sairam de férias ». Eu acho que o título foi inspirado nesse filme da antiga Iuguslávia, « Quando papai saiu em viagem de negócios ». Sacaram a diferença? Nos outros países, quando alguém é perseguido pelas autoridades e tem que sumir, dizem que ele está em viagem de negócios. No Brasil, dizem que ele está de férias… Será que o cinéfilo percebeu o humor involuntário?
  • Wikiberal, mes amis!
  • Objectif Liberté, oui, bien sûr!
  • Institut Hayek, oui, bien sûr!
  • Esse sim, é um bom artigo do Aguinis!
  • Diz Michael Blowhard: « A fun and sophisticated new blog on the theme of eating well while eating cheaply ». Eu talvez nunca vá seguir as dicas do citado blog, mas é ao menos uma boa desculpa para novamente citar A Última Ceia.
  • Aproveitem e peguem todo Kafka, enquanto não tiram do ar.
  • Eu linkei o Alfafa Zejo e o André Queijo há pouco tempo, mas estes dois eu não linko não.

1 juillet, 2009

O golpe na Alemanha e a democracia

Eu não conheço nada sobre Alemanha. Sei apenas que a capital é Berlin e que o país se envolveu numa guerra ridícula e terrível com a França, a Primeira Grande Guerra. Eu também nunca tinha ouvido falar em Adolf Hitler, e não sabia que ele tinha se aproximado de Stalin e Mussolini. Não tenho informações para ser contra ou a favor de Hitler, mas quem realmente preza a democracia não apoia um golpe de Estado. Se Hitler infringiu as normas constitucionais, que seja afastado do cargo por meios democráticos.  

Eu não conheço a Constituição e outras leis de Alemanha, mas acredito que elas devem prever mecanismos pacíficos para o impedimento do presidente, sem que seja necessária a intervenção das Forças Armadas. Não estou dizendo que haja motivos para o impeachment, porque não conheço o que se passa em Alemanha, como provavelmente a maior parte dos ingleses.

Tudo o que eu disse acima é o mais pedestre bom senso em termos de democracia. Mas não para Winston Churchill. Ele fez este discurso no domingo, onde diz, implicitamente, que apoiaria um golpe contra Hitler, um governante que chegou ao poder por vias democráticas, ainda que faça uma ressalva e ache que os militares golpistas teriam que agir com o apoio de “all that mass of moderate opinion and popular opinion which dreaded war, and some elements of which still have some influence upon the Government”. Quem é democrata de verdade não aplaude nem sugere golpes de Estado. Quem é democrata de verdade age como Chamberlain, que negocia com governos que chegaram ao poder por vias legais. Se essa é a direita inglesa que se pretende inteligente e democrática, a esquerda inglesa pode comemorar. Ao pedir, mesmo implicitamente, um golpe militar na Alemanha de Hitler, o sujeito se adapta mais um pouco à caricatura que a esquerda costuma fazer da direita na Inglaterra. Fica parecido com o dr. Fantástico. Ele até que tenta reprimir as tendências autoritárias, mas não consegue lutar contra a própria natureza.

_______________

Post Inspirado nesse post do Matamoros, e nos comentários*.

* Warning, Alfafa Zejo: eu resolvi te linkar porque, bem, se eu linko o post do Matamoros, porque não linkar você e o André Queijo? Resolvi dar uma colher de chá para vocês então. Mas não acostumem! (Espero que vocês dois tenham a gentileza de não vir aqui dizer que concordam com o Matamoros. Eu não apareço em seus blogs para falar merda).

11 avril, 2009

Selva Brasilis mesmo!

Esse post justifica o nome do blog.

Mas o pior é que, a julgar por alguns outros posts, o nome do blog deverá logo mudar para Selva Mundialis.

11 février, 2009

Dois contra um! É covardia!

Ah, não dá para escapar! O Fábio Marton e o Refém me mandaram pegar o sabonete… quer dizer, me passaram um meme.

Eu espero a ajuda do Mauro*, meu colega de copo e de cruz, e sócio de memes, para me vingar desses dois – e então, a briga será mano a mano, e aí eu quero ver aonde vai a valentia de dois covardes que atacam um sozinho.

Mas vamos ao meme. Tenho que contar seis segredos e passar a seis pessoas. Alors, avant!

1. Tenho o sonho de aprender a falar alemão. Eu já tentei, mas desisti. Vou tentar de novo. Dizem que é a melhor língua do mundo para xingar os outros. Tô nessa!

2. Adoro escritores viadosinclusive viados reprimidos.

3. Há um livro do vilosofo idiota, Karl Marx, que adorei: Crítica ao Programa de Gotha.

4. Tenho mais raiva dos meus inimigos de Age of Empires do que dos meus inimigos virtuais.

5. Eu até hoje não sei se aquele verso do hino do Atlético Mineiro é « Galo Forte, Vingador » ou « Calor Forte, Vibrador ».

6. Eu não consigo imaginar um mundo sem Roberto Carlos cantando.

Para quem passo? Bem, seis caras escrevem em Dicta e Contradicta: Julio Lemos, Joel Pinheiro, Martim Vasques da Cunha, Renato Moraes, Guilherme Malzoni Rabello e Rodrigo Duarte Garcia. Para matar seis coelhos com um link só, passo para eles.

______________

* Mauro, larga de pular feito louco só porque o Palmeiras está na frente e aguarde meu e-mail.

15 janvier, 2009

Caiu a Máscara

ASSOCIAÇÃO ITALIANA ENVIA CARTA A LULA EM PROTESTO CONTRA ASILO A BATTISTI
 
BOLONHA, 15 JAN (ANSA) – A Associação 2 de Agosto, composta por familiares das vítimas de um atentado a uma estação de trem de Bolonha, enviou uma carta ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, protestando contra a decisão do governo brasileiro de conceder asilo político ao ex-ativista italiano Cesare Battisti, condenado a prisão perpétua em seu país.

Na carta, o presidente da organização, Paolo Bolognesi, chama Battisti de « assassino sórdido » e diz que a decisão brasileira gera « impunidade » ao italiano.

« Senhor presidente, o comportamento do seu país nesta situação é desaprovada totalmente por todos os familiares das vítimas do terrorismo », protesta o presidente da associação.

Bolognesi explica que a organização vê « como desconcertante esta decisão », ressaltando que Lula, em discurso em nome do Brasil, luta contra o terrorismo, mas com este fato concedeu « proteção, e, principalmente, impunidade » ao ex-militante.

O documento pede para « lembrar » ao presidente e a todas as autoridades do país que « a batalha contra o terrorismo não é feita de discursos, mas de decisões concretas ».

Na última terça-feira, o ministro da Justiça brasileiro, Tarso Genro, concedeu o status de refugiado político a Battisti, de 54 anos, ex-militante do grupo de extrema-esquerda Proletários Armados pelo Comunismo (PAC) e acusado de cometer quatro assassinatos na década de 1970. Preso no Brasil desde 2007, o ativista possui um pedido de extradição do governo italiano. (ANSA)

Querem saber? Eu acho é bom.

Agora, caiu a máscara de vez.

Quem pode ainda acreditar que o Lula é um democrata, quando ele (sempre através do Tarso Genro) negou asilo aos atletas cubanos que fugiam de uma ditadura e agora dá asilo ao terrorista que lutou contra uma democracia?

E também: quem ainda pode acreditar que nossos terroristas lutaram pela democracia, quando o governo deles dá asilo a um terrorista que lutou contra uma democracia?

Como ninguém, nem o Idelber Redatar, nem o Espertinho Analgésico, pode ser idiota a tal ponto, a única alternativa é mesmo má fé e desonestidade. Esses dois não dirão qualquer palavra sobre Cesare Battisti.

2 décembre, 2008

Lembram quando a canalha festejou o fim de « Primeira Leitura »?

Quero saber o que eles vão dizer agora.

12

SAINT DENIS D'AVENIR |
Erratum |
Pascal-Eric LALMY |
Unblog.fr | Créer un blog | Annuaire | Signaler un abus | Association pour une Meille...
| NON A GILBERT ANNETTE
| Nantes Démocrate 2008